ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

A Presidente da Cooperativa de Crédito dos Servidores Públicos, Empresas Privadas e seus Empregados de Vitória da Conquista Ltda. – SICOOB CREDCOOP, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 39 do Estatuto Social, convoca os associados, que nesta data totalizam 3.081 (três mil e oitenta e um), em condições de votar, para
reunirem-se em ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA, a ser realizada no auditório da UFBA, Campus Anísio Teixeira, pavimento térreo do Prédio Administrativo, situado na
Rua Hormindo Barros, 58, Candeias, Vitória da Conquista/BA, por não haver comodações suficientes ao número de associados na sede da Cooperativa, no dia 07 de abril de
2018, obedecendo aos seguintes horários e quóruns para sua instalação, sempre no mesmo local, em cumprimento ao que determina o Estatuto Social: em primeira
convocação, às 16h00 (dezesseis horas), com a presença de 2/3 (dois terços) dos associados; em segunda convocação, às 17h00 (dezessete horas), com a presença de
metade mais um dos associados, e em terceira e última convocação, às 18h00 (dezoito horas), com a presença mínima de 10 (dez) associados, para deliberarem sobre a
seguinte ORDEM DO DIA:

1. Prestação de contas do exercício de 2017, compreendendo o Relatório da Gestão, Balanço, Demonstrativo da Conta de Sobras ou Perdas, Relatório da Auditoria
Externa e Parecer do Conselho Fiscal;
2. Aprovação da fórmula de cálculo de distribuição das sobras ou rateio das perdas;
3. Destinação das sobras apuradas ou rateio das perdas;
4. Fixação do valor das cédulas de presença dos membros dos Conselhos de
Administração e Fiscal;
5. Fixação de valor global para pagamento dos honorários, gratificações e/ou
benefícios dos membros da Diretoria Executiva;
6. Aprovação da Política Institucional de Controles Internos e Conformidade;
7. Aprovação da atualização da Política Institucional de Governança Corporativa.

 

COOPERATIVA DE CRÉDITO DOS SERVIDORES PÚBLICOS, EMPRESAS PRIVADAS
E SEUS EMPREGADOS DE VITÓRIA DA CONQUISTA LTDA – SICOOB CREDCOOP

CNPJ nº. 02.528.151/0001-42 – NIRE nº. 294.000.2472-6

Vitória da Conquista, 23 de março de 2018.

Rejane Silva de Almeida
Presidente

Conheça os principais marcos da história do cooperativismo no mundo

Você sabe o que é o cooperativismo? É um movimento que busca aliar o desenvolvimento econômico ao bem-estar das comunidades locais. Trata-se, assim, de uma filosofia que procura realizar coletivamente o que não pode ser feito por pessoas isoladas umas das outras. Tendo como principais referências a participação democrática, a solidariedade e a autonomia, é sinônimo de equilíbrio e justiça.

Atualmente, é praticado por um bilhão de pessoas em mais de cem países e tem uma história de mais de 150 anos. Descubra como tudo isso começou, viaje no tempo com a gente e conheça os principais marcos dessa trajetória.

Em 1844 foi fundada a primeira cooperativa, na Inglaterra, a Sociedade dos Pioneiros de Rochdale. Cerca de 30 tecelões se uniram para batalhar por uma vida mais digna em uma época em que eram praticamente inexistentes os direitos trabalhistas e havia muita exploração da mão de obra.

Em 1895 foi criada a Aliança Cooperativa Internacional (ACI), em Londres, para dar continuidade ao trabalho dos Pioneiros de Rochdale e ser representante mundial do movimento cooperativista.

Em 1923 foi comemorado pela primeira vez o Dia Internacional do Cooperativismo. O primeiro sábado de julho foi a data definida para celebrar o cooperativismo em todo o mundo.

Em 1925 foi criada a bandeira do cooperativismo mundial. Ela era representada pelas sete cores do arco-íris.

Em 1937, em um congresso da ACI em Paris, foram reunidas as regras de funcionamento e gestão da Sociedade dos Pioneiros de Rochdale e as transformadas nos cinco princípios iniciais do cooperativismo: adesão livre e voluntária; gestão democrática; participação econômica dos membros; autonomia e independência; educação, formação e informação.

Em 1966 foi adotado o sexto princípio do cooperativismo, a intercooperação: as cooperativas atendem as necessidades de seus membros e fortalecem o movimento quando atuam em conjunto.

Em 1995 foi comemorado o centenário da ACI em Londres e aprovado o sétimo princípio do cooperativismo, o interesse pela comunidade, que se baseia no desenvolvimento sustentável das localidades.

Está vendo?! Cooperar é um termo que tem muita história. A trajetória de luta por direitos e melhores condições de vida está inscrita no cooperativismo e nós temos muito orgulho de fazer parte desse movimento que se preocupa com o desenvolvimento não só econômico, mas também das nossas comunidades.

Saiba como escolher a sua cooperativa

Abrir uma conta no Sicoob e fazer parte de uma cooperativa proporciona muitos benefícios aos cooperados, como ter acesso a taxas diferenciadas para linhas de crédito, participar dos resultados financeiros, fortalecer a comunidade, entre outros.

No entanto, poder aproveitar essas vantagens requer trabalho e exige responsabilidade dos cooperados, como presença em assembleias, respeito ao estatuto e zelo por seu patrimônio. É que o cooperativismo atua com base na colaboração para gerar mais força e mais resultados.

Por isso o processo de escolha de uma cooperativa deve ser feito com calma, afinal de contas, você será dono dela, junto com uma rede de outros cooperados. Assim, analise com cuidado e esteja atento à sua credibilidade e outras características. Para isso, basta conferir as nossas dicas!

App Faça Parte

No nosso aplicativo há um caminho rápido e intuitivo para abrir uma conta – e essa ação exige a escolha de uma cooperativa. Depois de se cadastrar, você vai ter acesso a informações relevantes sobre as cooperativas às quais pode se associar. Aí, basta estudar a que mais tem a ver com o seu perfil, de acordo com as características abaixo.

Segmento

Saiba de qual setor econômico você faz parte. As cooperativas de crédito, normalmente, têm segmentos específicos, de acordo com a atividade profissional dos cooperados. Mas também há as de livre admissão, isto é, que aceitam qualquer pessoa.

Patrimônio e resultado

Esses itens correspondem ao montante de dinheiro que a cooperativa tem e o quanto ela compartilhou com os cooperados. Fazer uma comparação entre as riquezas das cooperativas pode ser interessante antes de aplicar seu dinheiro em uma delas, já que as sobras que você recebe no fim do ano dependem disso – além, é claro, da sua movimentação financeira.

Valor de ingresso

Ao fazer parte de uma cooperativa, é preciso comprar a sua participação. É uma relação parecida com a compra de ação de uma empresa. Assim, você adquire uma quota (ou mais de uma) e se torna dono da cooperativa também. Veja bem qual é o valor de integralização, compare e conclua o que acha mais interessante para o seu bolso. Não deixe de ler a próxima dica, que tem relação com esse valor!

Pagamento de juros ao capital

As cooperativas remuneram as quotas de participação que você compra ao se tornar um cooperado. Isso quer dizer que incidem juros sobre as “ações” que adquiriu, o que faz crescer o total investido para fazer parte da cooperativa. O melhor é que todo ano você recebe o valor desses juros. E, se um dia quiser deixar a cooperativa, todo a quantia de ingresso é devolvida, com as devidas correções monetárias.

Gostou das nossas dicas? Agora você está pronto para fazer parte desse sistema cuja base de crescimento é a união e que você também ajuda a construir e fortalecer.